A artista visual e designer em multimídias Anna Turra e o baterista, percussionista e produtor musical Guilherme Kastrup vieram a Roma para participar do festival Live Performers Meeting (LPM), realizado de 18 a 31 de maio. 

Hospedaram-se conosco, e a passagem pela capital italiana transformou-se em residência artística.

Na noite de 3 de junho, no cortile do Pastificio Cerere, realizaram uma apresentação pocket da performance audiovisual Amplitude, na qual constroem uma narrativa poética por meio de tensões e distensões entre imagens e música, ambos executados e editados ao vivo. 

Antes da apresentação, o Guilherme ministrou workshop de música, para leigos e iniciados, no qual mostrou como fazer música com objetos de uso cotidiano: panelas, garrafas, sacos plásticos e conduites, apresentando os conceitos básicos de tempo, compasso e altura de frequências. 

Especialmente para a ocasião, a Anna preparou a instalação audiovisual san lorenzo, 19 luglio 1943, 11:03. O video retrata o movimento do sol em uma das janelas da casa, do alvorecer até as 11:03. Precisamente nesse horário, em 19 de julho de 1943, no contexto da Segunda Guerra, o bairro de San Lorenzo foi bombardeado pelos Aliados. O número de vítimas: cerca de 1500 mortos e 4000 feridos. 

A noite terminou com uma jam session, com a participação de dois músicos que estavam na plateia, um violonista e um jali. Os jalis são músicos e contadores de histórias que tradicionalmente tocam a kora, instrumento de 21 cordas típico da África ocidental.